Resenha: Ugly Love - Colleen Hoover

06 abril 2015


Título: Ugly Love
Autora: Colleen Hoover
Editora: Atria Books
Edição: 1
Ano: 2014
Páginas: 336
Gênero: Romance/Ficção
ISBN: 978-14-7675-31-88



Sinopse

Quando Tate Collins conhece o piloto de avião Miles Archer, ela sabe que não é amor à primeira vista. Eles nem poderiam ir tão longe a ponto de se considerarem amigos. A única coisa que Tate e Miles têm em comum é uma inegável atração mútua. Uma vez que seus desejos são descobertos, eles percebem que possuem um arranjo perfeito. Ele não quer amar, ela não tem tempo para amar então, só há espaço para o sexo. As coisas poderiam ser surpreendentemente consistentes contanto que Tate seguisse as duas únicas regras que Miles tem para ela:

1. Nunca perguntar sobre o passado;
2. Não esperar um futuro.

Eles acham que podem lidar com isso mas, percebem quase imediatamente que não.

Corações se infiltram.
Promessas se quebram.
Regras se abalam.
O amor fica feio.


Resenha

Se eu fosse seguir um padrão, acho que deveria começar escrevendo uma introdução para todo o resto que viria a seguir, mas, Ugly Love não permite que eu me atenha a padrões então, bora quebrar essas regras aí e desenvolver logo esse negócio! :)

Este foi o primeiro livro da Hoover que eu li e isso porque uma amiga me indicou. Eu já tinha ouvido comentários sobre a autora mas, sempre fazia confusão com a Colleen dos livros dos tigres. Enfim... A questão é: Ugly foi um achado maravilhoso. Quem me conhece sabe que eu julgo, sim, um livro pela capa e pela sinopse e, ambos me ganharam de cara. Sinceramente, tem capa mais linda do que essa? (Espero que não inventem capas nada a ver quando decidirem publicá-lo no Brasil.)

Mas então, focando no conteúdo, a história tem como base o passado do piloto Miles Archer e de seu atual relacionamento ou quase relacionamento com a enfermeira Tate Collins, irmã do melhor amigo do rapaz, Corbin.

Miles é o tipo de cara que há muito tempo não se relaciona com ninguém devido ao peso na consciência que tanto o perturba. É de cortar o coração, pessoal. Acreditem! Porém, depois de anos ele começa a se sentir vivo de novo quando conhece a jovem Tate. Infelizmente, esse é o pontapé para um potencial estado de negação. Miles luta contra uma atração tangível, permitindo apenas que sua relação com a moça seja baseada unicamente em sexo. Sem sentimentos envolvidos e nada de amizade.

O livro é intercalado entre o presente e o passado. O tempo presente é narrado por Tate e o passado, por Miles, e é assim que entendemos o motivo dele ser do jeito que é. Além disso, os capítulos escritos sob o ponto de vista do piloto são de uma carga poética capaz de zerar o emocional, já em frangalhos, de qualquer pessoa.

Colleen Hoover é autora bestseller do The New York Times e já emplacou diversos livros na tão cobiçada lista, dentre eles Métrica e Um Caso Perdido, publicados no Brasil pela Galera Record.

E para finalizar, como não é todo dia que vemos livros com trilha sonora, aproveite e ouça a canção inspirada no livro e interpretada por Griffin Peterson, com quem a escritora se uniu para criar a trilha sonora do aclamado Maybe Someday.


© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por