Resenha: Uncharted - Tracey Garvis Graves

11 janeiro 2015


Título: Uncharted 
Autora: Tracey Garvis Graves
Editora: Penguin Books/Dutton
Páginas: 166
Ano: 2013
Edição: 1
Gênero: Romance/Ficção
ISBN: 978-06-9813-714-1


Sinopse


Anna e T.J. regressam nesse conto que acompanha o bestseller "Na Ilha".

Quando Owen Sparks, o milionário de 23 anos de idade da dot-com se afastou de sua vida encantada, ele tinha um objetivo em mente: ficar o mais longe possível das pessoas que ressentiram seu sucesso ou tiveram suas mãos esticadas para um pedaço dele. Uma remota ilha inexplorada no outro lado do mundo parecia um lugar perfeitamente lógico para ficar longe de tudo.

Calia Reed não fazia parte dos planos de Owen. A bela garota britânica -- em férias nas Maldivas com seu irmão, James -- fez Owen pensar se ficar longe de tudo poderia ser muito mais agradável com uma garota despreocupada que não sabia nada sobre a vida que ele deixou para trás. Mas, Owen não tinha ideia do quanto seus planos, cuidadosamente detalhados dariam errado. Nem percebeu que uma decisão que ele tomou poderia ter um efeito tão catastrófico sobre dois passageiros que embarcaram num avião em Chicago.

E quando Owen aparece na porta de Anna e T.J. com uma história incrível para contar, todos os envolvidos irão descobrir o quanto suas vidas estão entrelaçadas.


Resenha

Uncharted é um conto escrito por Tracey Garvis Graves narrado por um personagem coadjuvante de "Na Ilha".

[Spoiler para quem não leu Na Ilha!]


Em seu primeiro romance, a autora dá espaço a um personagem conhecido por Anna e T.J. como Esqueleto. Isso porque durante sua estadia na ilha, os residentes de Chicago descobrem uma pequena caverna cheia de ossos além de uma cabana construída em meio as árvores.

Quase dez anos após todo o sufoco enfrentado por Anna e T.J. na desabitada ilha das Maldivas, o milionário da Califórnia bate em sua porta para compartilhar sua história e surpreendê-los com os detalhes e similaridades, explicando os motivos que o fez tomar determinadas decisões e as consequências geradas quando simplesmente resolveu deixar de agir.

A narrativa é pequena (apenas 166 páginas) e conta com a alternância de vozes a cada capítulo. Na maioria deles, embarcamos na revelação de Owen e em alguns momentos, descobrimos a reação de Anna e T.J. ao se darem conta de tudo o que estão ouvindo.

Não vou falar demais porque com certeza falarei mais do que eu permitiria a mim mesma então, apenas complemento deixando-os saber que Uncharted foi publicado em formato digital como edição especial da Penguin Books (o conto ainda não foi lançado no Brasil) e que apesar de ser leitura obrigatória para quem leu o trabalho de estréia da autora,"Na Ilha" é de longe muito melhor.


© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por