Resenha: Entre o Agora e o Nunca - J.A. Redmerski

18 janeiro 2015


Título: Entre o Agora e o Nunca
Título Original: The Edge of Never
Autora: J.A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Edição: 1
Ano: 2013
Páginas: 361
Gênero: Romance/Ficção
ISBN: 978-85-8105-140-6




Sinopse


Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos insatisfeita com a própria vida. Ela mora com a mãe e trabalha numa loja. Seu sonho de viajar pelo mundo com uma mochila nas costas parece cada vez mais distante. Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano, fato que a traumatizou. O pai abandonou a família e o irmão mais velho, Cole, está na prisão. A gota d’água é quando seu plano de morar com a melhor amiga, Natalie, vai por água abaixo após o namorado de Nat revelar que está apaixonado por Camryn.

Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino. Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, a jovem embarca para o estado de Idaho.

O que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. O personagem é um perfeito bad boy, músico de blues, belo e tatuado. Ele se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois. Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos.


 
Resenha

Da escritora americana J.A. Redmerski, “Entre o agora e o nunca” conta a história de Camryn Bennett da Carolina do Norte, de Andrew Parrish do Texas e de como os dois se esbarraram nas estradas da vida.

Com 361 páginas e utilizando a alternância de vozes a cada capítulo durante toda a narrativa, o livro começa nos apresentando uma jovem de 20 anos que tenta lidar com a morte repentina do namorado, com a prisão do irmão e com o divórcio dos pais. Há mais ou menos um ano que Camryn luta contra o desânimo e a depressão, com a falta de interesse pela vida, contando com o apoio de sua melhor amiga, Natalie.

Bem, já deu para perceber que as coisas estão bem difíceis para Cam e, para tornar tudo ainda pior, ela tem de pensar rápido e decidir o que fazer quando o namorado de sua amiga, Damon, dá a louca e resolve revelar que está apaixonado por ela. Indo pelo caminho que lhe parece ser o correto, Camryn conversa com Natalie sobre o ocorrido e acaba irritada e sozinha mais uma vez. Sem a companhia de Nat e nada que a prenda à Carolina do Norte, a moça decide que é hora de fazer o que ela sempre quis; um sonho que tinha em comum com seu grande amor, Ian: deixar a mesmice, sair em busca de coisas novas e do desconhecido, em vez de ficar presa a uma rotina, e então, Camryn acorda, vai até a rodoviária e compra uma passagem para o primeiro lugar que lhe vem à mente, Idaho. E ao entrar naquele ônibus, mal sabe ela que nada sairá como planejado. Espere! Havia um plano?

Camryn Bennett está a ponto de reescrever sua história ao conhecer Andrew em uma das paradas de ônibus e daí em diante, o enredo ganha toques de humor, sedução, mistério e aventura. É possível conhecer os quatro cantos dos Estados Unidos com uma narrativa marcada por situações de desespero, restrições e finalmente, constatações.

Confesso que eu não tinha noção do que era “Entre o agora o nunca” até resolver pegá-lo para ler e foi uma das melhores leituras que tive. Até porque, pra me ganhar, basta que a arte da capa seja maravilhosa e que haja citações e indicações de bandas igualmente ótimas na trama (ouça The Civil Wars!).
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por