Coluna Raffa : Fique onde está e então corra da @editoraseguinte

01 julho 2014

Título Original : Stay where you are and the leave
Título no Brasil : Fique onde está e então corra
Autor : John Boyne
Editora Seguinte
Número de págs : 219


Incrível como um autor consegue me prender em todos os livros. É assim que me sinto com John Boyne. Fique onde está e então corra é lindo, é emocionante. Não ache que é um segundo O Menino Pijama Listrado, nem pense que pela capa ser desenhada que ele seja infantil , porque apesar de ser narrado por uma criança ele é maduro, ele é intenso .
A história se passa durante a Primeira guerra Mundial na Inglaterra, Alfie é um menino de 5 anos, exatamente no dia de seu aniversário a Guerra começa, a preocupação dele é já ser grande o suficiente para sair com seu pai, que é leiteiro na carroça dele. A todo minuto o menino pergunta se já está mais velho para poder acompanhar o pai. Alfie é uma criança feliz e ingênua que nem imagina os males da guerra, seu pai se alista e é chamado e aí o menino percebe que a vida em sua casa mudou.
De repente a vizinha que era sua amiga tem que se mudar porque tem descendência alemã, sua mãe começa a trabalhar dobrado e as coisas em sua casa começam a faltar, as mulheres tem medo dos soldados visitarem suas casas e informarem que alguém da família morreu.
De um mundo de brincadeiras, ao mundo de um garoto que amadurece no meio da Primeira Guerra, Boyne nos presenteia com um protagonista deliciosamente na medida, ele é criança quando fala mas adulto quando pensa coisas que podem solucionar os problemas do mundo.
É tentando ajudar a mãe que ele começa a engraxar sapatos na estação de trem, com o dinheiro que ganha ele coloca tudo na bolsa da mãe, mas desconfia que seu pai já tenha morrido porque as cartas que ele mandava sumiram . Seu contato é com a mãe e com a sua avó, não tem mais muitos lugares para brincar e percebe que toda a alegria de sua mãe foi embora. 
Ao tenta ajudar a mãe na busca pelo pai, o menino descobre que é muito mais forte do que imagina, e que não é uma guerra que separa uma família que se ama de verdade. É um romance, mas de um filho por seus pais. E por isso é lindo, é muito lindo!
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por