Resenha : Schroder

13 junho 2014





Oi Pessoal !! Como vocês estão ?? Viemos aqui trazendo mais uma novidade da Editora Intrínseca e essa novidade trás outra ...

 Que é a querida Laira Tomaz,  que está estreando aqui no LMT e eu agradeço de todo coração essa nova parceira ter aceitado estar aqui conosco !!! 

Um pouquinho sobre a Laira ......
Estudante de Jornalismo pela Unesa de Niterói, 22 anos, Flamenguista, viciada em café, apaixonada/louca por livros, filmes, seriados, música (atualmente na vibe do Indie/Rock) e fotografia. AMO viajar! Sair de casa e ir para a cidade ao lado já me faz um bem inexplicável. Me perco profundamente nas livrarias da vida; gosto de estar na moda mas, não tenho a menor paciência para ir em lojas, combinar looks, etc. Há quem diga que sou amiga de todo o mundo. Desde a moça do supermercado até o jornaleiro, passando pelos calouros e roqueiros da faculdade. Perfeccionista nível hard, consigo ser calma, estressada e ansiosa, tudo ao mesmo tempo.


Laira, seja bem vinda que o LMT lhe traga tantas felicidades como traz para mim.

Bjks Fê ... ;) 








Título: Schroder
Título original: Schroder
Autora: Amity Gaige
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Ano: 2014

Edição: 1

Gênero: Ficção
ISBN: 978-85-8057-487-6

Sinopse
Ao se candidatar a uma vaga em uma tradicional colônia de férias para meninos, Erik Schroder - um adolescente de quatorze anos que deixou a Alemanha Oriental rumo aos Estados Unidos ainda criança - adota um novo nome, Eric Kennedy, na esperança de melhor se encaixar entre os garotos americanos. Uma mentira aparentemente inofensiva, mas que o levará a uma jornada trágica e irracional.
Anos depois de forjar a nova identidade, já adulto e morando em Nova York, Eric é declarado fugitivo pela polícia quando desaparece com Meadow, sua filha de seis anos. Em meio a uma dolorosa batalha com a ex-mulher pela guarda da menina, Eric tenta escapar das autoridades, e as pessoas logo vão descobrir que ele não é quem diz ser.
A pedido de seu advogado, Eric começa a escrever um relato em que analisa sua vida, a fim de entender - e talvez explicar - seu comportamento: a difícil separação da mãe quando deixou a Alemanha; a convivência com o pai taciturno; um relacionamento amoroso que definhou sob a sombra da mentira; seus momentos de orgulho e seus maiores arrependimentos como um pai falho, mas amoroso.



Resenha

Schroder é composto por quarenta e um capítulos breves além do prólogo. Mesmo considerando a extensão desses números, a leitura não é nem um pouco cansativa. Este método de divisão, independente do conteúdo, contribui para que o desenvolvimento da história não se arraste em direção ao tédio.
O livro é, em sua totalidade, um relato escrito pelo personagem principal, Erik Schroder. Nele, Schroder se dedica a contar à sua ex-mulher, Laura, a história de sua vida – desde o momento em que deixou a Alemanha Oriental acompanhado de seu pai, até os dias atuais, que são tão conturbados quanto os anos em que viveu em um país dividido.   

A narrativa acompanha a jornada do protagonista desde o início quando ainda era Erik Schroder e após, quando inspirado por John Kennedy, começa a viver uma nova vida junto de um novo nome, Eric Kennedy.
Fazendo uso de sua identidade atual, criada quando tinha 14 anos, ele constituiu uma família. Foram 5 anos sendo  pai de Meadow e companheiro de Laura (...)

Durante o seu relato, Erik se dispõe a revelar tudo; o dito e também, o não dito. Ele fala das dificuldades que enfrentou quando criança e dos momentos corridos e tempestuosos envolvendo seu relacionamento com a filha.
De leitura rápida, fácil e comovente, Schroder faz do leitor um viajante ao alternar passado e presente, ao visitar a Alemanha em tempos de tensões, e ao concentrar suas atenções nos subúrbios americanos em meados dos anos 80.

É um livro recomendado para àqueles que apreciam uma boa história, regada a um turbilhão de emoções que se fazem presentes em cada frase, sem exceção.

Amity Gaige é uma escritora americana residente em Connecticut. Ela possui três livros publicados: “O My Darling”, “The Folded World” e, o seu trabalho mais recente, “Schroder”. A obra já foi lançada em 8 países desde seu lançamento em 2013 e foi nomeada como Melhor Livro deste mesmo ano pelo The New York Times, Kirkus, The Wall Street Journal, dentre outros.



por Laira Tomaz


© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por