Coluna Raffa : Resenha de Graffiti Moon da @EdValentina

29 abril 2014

Título Original : Graffiti Moon
Título no Brasil : Graffiti Moon
Autora : Cath Crowley
Editora : Valentina

"Graffiti Moon" me pegou de surpresa com uma história simples mas gostosa de ler. Quando a capa foi postada pela editora muita gente torceu um nariz, esse é mais um caso de não julgue o livro pela capa e para quem assim como eu curte um romance " sessão da tarde" esse é um prato cheio. Passado na Austrália, de onde vem a autora Cath Crowley, o livro precisa de algumas notas de rodapé para se fazer entender pois há muitas diferenças entre o país e sistemas de ensino que estamos acostumados como o nosso e o americano por exemplo, mas nada que estrague o entender da história que conta a vontade de uma adolescente - sempre os 17 anos - chamada Lucy que ao terminar o ensino médio ( o equivalente para nós) cisma que tem que finalmente conhecer o misterioso Sombra, um grafiteiro que vem lhe tirando o sono com imagens que a fazem sonhar literalmente acordada.

Sombra na verdade é logo de cara revelado para nós, ele e seu fiel escudeiro Poeta aproveitam a calada  da noite quando todos estão dormindo para mostrarem sua arte pelas ruas . 
Como toda menina de sua idade - ou quase todas ! - Lucy não consegue enxergar o que está bem diante de seus olhos, mas também com uma amiga como Jazz - sim, esse é o nome da BFF dela - ao lado, as coisas nunca parecem tão simples. Parece que cada vez que ela chega mais perto de finalmente encontrar o tal Sombra mais a autora deixa a emoção para o final.
A menina  espera  que seja amor a primeira vista para ambos porque descobre depois de tantas perseguições  que o garoto tem mais ou menos sua idade.
Na vida real - tirando o mundo de sonhos com o Sombra - ela só tem um encontro que não terminou nada bem com Ed, um cara que apesar de desde o primeiro contato na escola ela ter achado  um gato  com o qual  como ela mesma descreveu saíram faíscas, o encontro dos dois não terminou em beijos românticos mas sim em um nariz quebrado  - o dele! - porque passou a mão na bunda dela.
Como se não bastasse as dúvidas pertinentes a uma menina de sua idade ela ainda tem que enfrentar o suposto divórcio dos pais que vai se transformar no final inesperado mas bem bacana desse livro light mas bem gostoso de ler sobre uma menina que tinha o amor na sua frente, mas preferiu ir atrás de algo mais misterioso. O final eu deixo para vocês descobrirem .
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por