Resenha: A Garota que Você Deixou para Trás

14 março 2014

 


  • Tradução:
  • Lançamento: 25-01-2014
  • Lançamento: 2014-01-25
  • Páginas: 384
  • Formato: 16 x 23
  • Gênero: Ficção

    Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra.
    Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo.
    Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.

    Fonte: Editora Intrínseca



    Terapiando...

    Eis eu aqui há duas semanas tentando encarar a finalização desta resenha.
    Já expus várias vezes e não tenho vergonha de falar mais uma vez ... A dificuldade de escrever uma resenha de um livro que eu me apaixono,me encanto, me surpreendo... E Jojo Moyes me aplacou com todos estes sentimentos. Eu uma simples leitora vou tentar resumir e desde já deixar registrado que a experiência de leitura foi maravilhosa e até agora acho que foi a melhor...

    Na primeira parte estamos na França em plena Primeira Guerra Mundial ,e temos Sophie Bessette na cidade St. Péronne. Sophie morava com sua irmã Hélène, seus sobrinhos Mimi e Jean e o irmão caçula Aurélien Ela narra sua história,  sua bondade era vista como ousadia para uma mulher da época e situação de repressão vivida, essas atitudes  chamou a atenção de um líder alemão Kommandant, com esse "previlégio" ela se aventurou à tentar descobrir para onde o seu marido, Édouard  foi enviado, essa aproximação com o inimigo levou Sophie à descobrir que seus amigos não eram tão amigos assim e que os inimigos as vezes podem nos surpreender com boas ações.

    Masss sempre há exceções eis que ela precisa decidir de que "lado" está quando um oficial vê o quadro de seu retrato que Édouard havia pintado.

    Na segunda parte história, estamos na Inglaterra, em 2006 e temos Liv que ficou viúva aos 30 anos, e tem em sua casa um lindo quadro que foi presente de seu esposo na lua de mel.

    As histórias vão brilhantemente se entrelaçando, com cartas, diários... Até as peças se encaixarem e as personagens serem identificadas.
    Liv é uma mulher muito interessante também e enfim vamos nos sensibilizando com o lado dela também.


    Sem dúvida temos duas histórias de mulheres extraordinárias que possuem algo , alguma coisa que fazem suas vidas se ligarem. Ambas boas , fortes e com a característica de sempre querer fazer o certo. Mas fazer o certo requer sacrifícios.

    Uma lindíssima história de amor, comovente, de coragem, mistérios, perdas, recomeço...

    Enfim uma maravilhosa história que vai te prender de todos os lados para saber como vai terminar.

    Espero do fundo do coração que tenha conseguido ter passado um pouco dessa linda história e que assim vocês possam querer lê-la.






     
    Bjks



    © LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por