Promo de Comentarista LMT - Março de 2014

28 fevereiro 2014

Mais um mês chegando e claro que está tudo mundo hoje curtindo o Carnaval mas nossa promo não pode parar!
Esse mês teremos 4 opções para vocês!





Vamos as regrinhas da promo:

1) Ser seguidor público do LMT pelo GFC
2) Curtir nossa fanpage no Facebook
3) Compartilhar a imagem acima como pública no Facebook
4) Comentar em todos nossos posts do mês de março de 2014! Lembrando que posts com resultado de promo não são obrigatórios, ok?

Prontinho, os lembretes básicos abaixo:
* Um ganhador levará para casa um dos livros informados na promoção :
  1.  " Um lugar para ficar" ( Deb Caletti) da Editora Novo Conceito 
  2. No escuro ( Elisabeth Haynes) da Intrínseca 
  3. Cadê você Bernardette? ( Maria Semple) da Editora Cia das Letras
  4. 4- Simplesmente Ana ( Marina Carvalho) da Novo Conceito 
* O seguidor deverá informar no comentário desse post qual dos dois livros deseja ganhar. O mesmo deverá ter endereço de entrega no Brasil
* Todos os posts publicados em fevereiro de 2014 estão valendo para a promo, se você já havia comentado, o comentário já está valendo!

* Os comentários do dia 31 somente serão válidos até as 20 h! O resultado sairá no mesmo dia a meia noite! 

Boa sorte a todos ;)

Resultado da Promo Comentarista LMT fevereiro

Você como sempre foram maravilhosos nos acompanhando diariamente e comentando em nossas postagens!
Sabemos que fevereiro é um mês de férias e em ritmo de Carnaval já, mas a participação de vocês foi linda!

Dos 9 seguidores que participaram, a grande vencedora foi :

Rufem os tambores...

Número 5!!


Beth, parabéns! Você vai ganhar " Peça o que quiser"e o dvd de Tudo pode você!
Peço que envie seus dados para o email rfustagno@gmail.com


E não desanimem...daqui a pouco soltamos a promo de comentarista de março para vocês!

Terapia no Cinema - Especial Oscar 2014 : Philomena

27 fevereiro 2014

Título: Philomena
Título original: Philomena

Direção: Stephen Frears 
Elenco: Judi Dench, Steve Coogan
Ano: 2014
Duração: 1h38min
Gênero: Drama

Sinopse: Irlanda, 1952. Philomena Lee (Judi Dench) é uma jovem que tem um filho recém-nascido quando é mandada para um convento. Sem poder levar a criança, ela o dá para adoção. A criança é adotada por um casal americano e some no mundo. Após sair do convento, Philomena começa uma busca pelo seu filho, junto com a ajuda de Martin Sixsmith (Steve Coogan), um jornalista de temperamento forte. Ao viajar para os Estados Unidos, eles descobrem informações incríveis sobre a vida do filho de Philomena e criam um intenso laço de afetividade entre os dois. 



Acho que se existisse o Oscar de filme mais fofo Philomena com certeza ganharia! De todos os indicados que eu vi até agora esse filme foi o que eu mais gostei! Ele me ganhou de diversas maneiras e por diversas razões, mas mesmo sendo meu favorito não conseguiu ultrapassar 12 Anos de Escravidão como o que eu acho que merecia ganhar o Oscar.
Uma coisa que amei no filme: fotografia! Cada lugar mais lindo do que o outro, mas isso eu realmente podia esperar já que o filme se passa no Reino Unido (não sei direito qual foi o lugar das filmagens). Uma das cenas mais belas se passa no convento para onde Philomena foi mandada, que lugar lindo! Judi Dench teve uma ótima atuação assim como Steve Coogan, o entrosamento dos dois é realmente perfeito! Acho que a indicação dela foi realmente merecida mas tenho que admitir, na minha opinião quem deveria levar a estatueta é Merly Streep.
A estória do filme é realmente emocionante e tocante, uma das minhas cenas favoritas (e razão pela qual eu acho que a indicação de Dench foi merecida) é a cena em que ela assiste filmes caseiros de seu filho perdido. Primeiro que adorei a edição no estilo antigo desses filmes, adoro vídeos assim! Segundo porque achei uma cena muito emocionante, a atuação de Dench reflete a sutilidade e o sentimento que alguém deve sentir quando reencontra de certa maneira seu filho a tanto perdido.

Com uma estória que eu nunca imaginaria que fosse acontecer na realidade, Philomena toca em pontos centrais do que é certo e errado e o que realmente é um pecado. Acho que todos deveriam dar uma conferida, é um excelente filme e gostaria muito de ler o livro em que ele foi baseado!
 por Debby Andrade 

Terapia no Cinema : Uma aventura Lego ( por Debby Andrade)

26 fevereiro 2014

Título: Uma Aventura Lego
Título original: The Lego Movie

Direção: Chris Pratt e Chris Miler
Elenco: Chris Pratt, Morgan Freeman, Will Arnett, Elizabeth Banks, Channing Tatum, Jonah Hill, Will Ferrel
Ano: 2014
Duração: 1h40min
Gênero: Aventura, Animação
Sinopse: Emmet (Chris Pratt) é um Lego comum, até o dia em que é confundido com o Master Builder, o grande criador deste mundo de brinquedo, por ter encontrado a famosa peça de resistência. Este peça, procurada por todos há séculos, seria capaz de desarmar uma poderosa máquina criada pelo presidente do país, o perverso Sr. Negócios, que pretende colar todas as peças e impedir as mudanças no sistema. Mesmo sem ter grandes habilidades como criador, Emmet gosta de ser considerado um Lego especial, e faz de tudo para merecer a confiança de seus amigos, que incluem a rebelde Mega Estilo, o sábio Vitrúvius, e o gato-unicórnio UniKitty.



O que Gandalf, Dumbledore, Batman, Super-Homem, Mulher Maravilha e Lanterna Verde tem em comum? A resposta certa pra essa pergunta é: aparentemente todos possuem sua versão em bonecos da Lego e assim sendo todos participam de Uma Aventura Lego. Sério, todos eles numa mesma cena, Dumbledore sendo confundido com Gandalf e vice-versa, Lanterna Verde tentando ser amigo do Super-Homem, o primeiro Batman que me agrada, todos eles estão juntinhos nessa animação que bem, parece ter saído mesmo da mente de uma criança com muitos brinquedos da Lego.
Agora, só fiquei chateada com uma coisa, tive que ver o filme dublado porque todos sabem como é, filme de criança provavelmente só tem sessão dublada e aquelas que são legendadas são só as 22h, só pra dar um exemplo. Por conta disso e só pra dar um exemplo tive que aturar o Luciano Hulk como Flynn Ryder em Enrolados, o que foi uma grande tortura que eu sinceramente não sei como sobrevivi. Mas o ponto que quero chegar é, Channing Tatum e Jonah Hill fazem “parceiros” mais uma vez como Super-Homem e Lanterna Verde e quem não lembra deles em um dos melhores filmes de comédia já lançados, (pelo menos pra mim) Anjos da Lei? Uma ironia do destino que eu não pude escutar já que vi o filme dublado... Outra ironia que eu adoraria ver/escutar nesse filme era Morgan Freeman como Vitruvius, o mago cego e meio maluco que confunde Dumbledore com Gandalf. O jeito é esperar sair em dvd e ir correndo na loja comprar.

O filme consegue ser bem interessante e até cativante com sua mensagem de que todos somos especiais e importantes, também é realmente engraçado, o tipo de filme infantil engraçado que eu não vejo a muito tempo. Parece que alguém pegou parte da minha imaginação infantil e colocou na tela do cinema, foi mais ou menos assim que eu me senti vendo o filme porque eu achei que eles usaram e abusaram da criança interior que cada um tem.
Só a música que consegue ser bem irritante e fica na sua cabeça depois que o filme acaba, tirando isso não tenho nada do que reclamar de Uma Aventura Lego. Recomendo a todos os papais e mamães que queiram levar seus filhos no cinema e para todos aqueles que como eu não se cansam de ver um filme infantil!


por Debby Andrade

Lançamento da @editoraseguinte : A quase honrosa liga de piratas

25 fevereiro 2014

Fevereiro quase no final e a Editora Seguinte já começa a nos deixar com água na boca com os livros que serão lançados esse mês.
Vejam abaixo:







O TESOURO DA ENCANTADORA (A Quase Honrosa Liga de Piratas, vol. 1)
De Caroline Carlson

Tradução: Ricardo Gouveia
Páginas: 400
Lançamento: 31/março/2014

"Os relacionamentos entre os personagens são doces e belamente construídos, e você vai dar pelo menos uma risada por página."  The New York Times

Quando Hilary decidiu que queria ser pirata, nem imaginava que estava prestes a participar da caça ao maior tesouro de todos os tempos. Afinal, tudo o que a preocupava era fugir da Escola de Aprimoramento da Senhorita Pimm para Damas Delicadas, onde as jovens da alta sociedade aprendiam a valsar, desmaiar e se comportar à mesa. Hilary não via utilidade alguma naquelas lições e queria se juntar à Quase Honrosa Liga de Piratas. Qualificações não lhe faltavam, mas a Liga não admitia garotas em sua equipe de algozes e pilantras.

Decidida a partir para alto-mar a qualquer custo, Hilary responde ao anúncio de um pirata autônomo em busca de membros para sua tripulação. De repente, ela se vê no meio de uma aventura marítima em busca do tesouro mais valioso do reino: o tesouro da Encantadora. Para encontrá-lo, ela contará com um mapa sem X e precisará enfrentar o vilão mais traiçoeiro  e surpreendente  de todos os mares.


Conheçam a autora :
CAROLINE CARLSON é mestre em escrita para crianças pelo Vermont College of Fine Arts. Ela cresceu em Massachusetts e atualmente vive com o marido e muitas pilhas de livros em Pittsburgh, na Pensilvânia. Adora viajar para lugares onde nunca esteve, fazer trilhas pela floresta e assar montanhas de biscoitos.

Evento: Encontro de Fãs Richelle Mead

23 fevereiro 2014



Sábado foi um dia especialíssimo para o Livros Minha Terapia, o primeiro Evento do ano que apresentamos em companhia de amigos que fazem parte da Equipe do blog As Envenenadas pela Maçã.


Depois de muitas pedras no caminho, nós conseguimos chegar nesse tão sonhado e esperado dia.
E os motivos da alegria são variados primeiro porque a galera marcou presença e me fez entender que a vida e papai do céu podem ser ainda mais generosos do que eu posso imaginar, segundo a parceria , a amizade e o respeito com  Renata Alves, Mathilde Tonionni e Caíque Pereira (que foi uma grata surpresa apresentando-se pela primeira vez em eventos literários) e em terceiro pela satisfação de ter em mente que a missão foi cumprida.



 
Nosso evento com todo respeito foi lindo, emocionante, leve e cheio de alegria!!!

Falamos da nossa querida Richelle com a ajuda do público e quem nos falasse alguma coisa sobre essa linda autora já ganhava um lindo botton \0/

 
 
Em seguida partimos para os Livros e depois par o Filme , a galera surtou com relembrando de cada livro e dos momentos marcantes de cada um . Foi muito legal e emocionante.
 
 
 
 
 
Quando chegamos no Filme já estávamos no ápice da ansiedade e ficamos mega relaxados com a apresentação leve divertida e cheia de detalhes do Caíque ... Bom demais !!!



 
 
Foi chegando o quiz com muita risada e bate-papo e os brindes foram disputadíssimos !!!! \0/ mas todo mundo saiu feliz e satisfeito !!!!
 
Obrigada à todos que compareceram e que de alguma forma também nos ajudaram para que este dia acontecesse, Livraria da Travessa, Editora Agir, SA Store, Andreia Almeida
 
 


 
 
Obrigada , BJKS e até o próximo evento !!!!!
 

EVENTO : ACADEMIA DE VAMPIROS

21 fevereiro 2014



Não é de hoje que a série Academia de Vampiros faz parte da vida do LMT e para quem não sabe o LMT surgiu justamente por conta dessa série maravilhosa de vampiros da Richelle Mead.








Ficaram curiosos  ?
Bemm vou contar rápido :P ... Euzinha  sempre amei os livros e quando lia sempre escrevia na agenda sobre eles ... Eu alienada dessa blogosfera literária participei de um concurso cultural feito pela Agir e quando estava tudo certo na troca de e-mail a responsável me pergunta: Ah, qual o nome do seu Blog? rsrsrs Eu congelei,  gente o que é isso ? eu não tenho Blog kkk fui pesquisar e entender como tudo funcionava , falei a verdade e disse que não tinha entendido as regras de parceria e que eu não tinha um Blog ... a fofa (não sei se posso falar o nome) me deu um prazo de uma semana para fazer o meu Blog e assim nasceu o LMT.... *_*   
 

Então vocês podem imaginar a emoção dupla de estar fazendo este Evento maravilhoso!?!


Nós aqui do Livros Minha Terapia estamos honrados, e para nos ajudar nesse grandioso evento vamos contar com o queridíssimo Blog As Envenenadas pela Maçã parceiro de outros eventos a Mathilde é uma amiga pessoal que conheci através do blog e a Rê Alves  também faz parte do Envenenadas
 é uma querida amiga que é louca pela série VA, e eu  nunca poderia deixá-la de fora deste Evento.



 
Os brindes estão maravilhosos e a galera do Rio de Janeiro não pode ficar de fora !!!!!
 




Então a galera do RIO DE JANEIRO tem compromisso amanhã !!!!
Vejam o banner do Evento com todos os dados do local do Evento !!! 
 
 
 
 
 
 
Esperamos por vcs !!!!!!

Bjks

Coluna Raffa : Ah, o Verão ! da @EdValentina

20 fevereiro 2014

Título Original : Ah, o Verão!
Série " As quatro estações do amor"
Autora : Fernanda Belém
Editora Valentina
Número de págs : 251



Tenho que confessar uma coisa : odeio o verão. Nunca gostei de nada na estação, o sol quente, as praias lotadas, lugares sem ar condicionado se tornam uma tortura... mas lendo o livro da autora Fernanda Belém que se passa em Búzio, fiquei com saudades das férias que tive lá quando tinha a mesma idade da protagonista Mila. 
Diferente de 99 por cento dos adolescentes eu sempre amei estar com meus familiares e como sempre namorei não vivi amores de Verão, mas sempre me encantei com histórias do gênero torcendo para como dizem que esse amor subisse a serra!
Mila é como todas as meninas de sua idade, lamenta muito ter que ir com sua família em uma viagem de férias para Búzios pois está deixando para trás suas amigas e seu namoradinho Rafael. Na idade do " pagar mico", onde se ver com os pais é queimação de filme e aguentar as tias é quase uma tortura chinesa, ela tenta manter o bom humor registrando tudo em seu diário, como muitas de nós já fizemos!
Claro que na viagem ela vai descobrir que Rafael não era tudo aquilo que imaginava, vai se decepcionar com algumas amigas e vai conhecer um gatinho lindo para esquecer o que deixou no Rio. 
Leandro é um sonho, vai fazer a menina nem lembrar mais do Rafael e não ter tempo nem para o diário!
O livro é fofo, mas acho que já passei da idade de ler essas histórias, combina bem mais com meninas com metade de minha idade, acho que é uma bela leitura para a filha , irmã ou sobrinha que passa por essa frase, porque a protagonista é uma cativante.
Gostei da escrita da Fernanda e pretendo ler os outros livros, mas funciona melhor para os mais novos.

@Suma_Br lança banner de divulgação de nova trilogia erótica

Nem terminamos de ler a série " Peça me o que quiser" e a Suma de Letras já nos deixa com água na boca com uma série erótica, com uma capa linda! Claro que leremos\o/
Vejam o banner de divulgação que lindo <3!




Terapia no Cinema : 12 anos de escravidão

19 fevereiro 2014



Título: 12 anos de escravidão
Título original: 12 years a slave
Direção: Steve McQueen

Elenco: Chiwetel Ejiofor, Michael Fassbender, Brad Pitt, Benedict Cumberbatch, Lupita Nyong’o
Ano: 2014
Duração: 2h13min
Gênero: Drama, Histórico

Sinopse: Esta história, baseada em fatos reais, apresenta Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor), um escravo liberto que é sequestrado em 1841 e forçado por um proprietário de escravos (Michael Fassbender) a trabalhar em uma plantação na região de Louisiana, nos Estados Unidos. Ele é resgatado apenas doze anos mais tarde, por um advogado (Brad Pitt).


Dizer que a época da escravidão foi terrível seria algo muito simplista em comparação do quão bárbaro essa época foi, seja em qualquer País, minimizar o sofrimento de milhões de seres humanos a uma palavra ou até mesmo tentar descrevê-lo é algo que eu considero impossível. Por isso que mais do que escrever ou falar é preciso ver e na minha opinião 12 Anos de Escravidão consegue mostrar bem o que é esse sofrimento terrível, o de não poder pertencer nem mesmo o próprio corpo.
Antes de continuar eis um fato muito interessante do filme: sim ele se baseia em fatos reais e sim, se você quiser pode ir correndo a uma livraria comprar o livro! Então se você se interessa por um relato verdadeiro do que significava ser um escravo, ainda mais um que após ser liberto voltou a ser escravo leia o livro, ou pelo menos veja o filme porque prometo que não vai se arrepender.
No quesito atuação tenho que dizer que fiquei impressionada com Chiwetel Ejiofor, ele conseguiu me impressionar e mandou muito bem em seu papel. Já a estreante Lupita Nyong’o também chamou bastante atenção, acho que foi com sua atuação que me senti mais comovida no filme todo. Foi com ela a cena mais brutal do filme, pelo menos na minha opinião, e quase todas as mais sofridas ela também estava presente. Já Michael Fassbender, esse eu também preciso reconhecer que foi fantástico no filme! Em todas as suas cenas eu tive vontade de entrar na tela e esganá-lo, seu papel contribui muito pra isso, mas o que é um papel sem um ator para vive-lo?  Com Michael vemos que é preciso ter mais do que simplesmente o papel do vilão da drama para conseguir ser odiado. A única parte que me deixou alegre no filme foi ver Benedict Cumberbatch nele, literalmente quase me engasguei quando do nada ele apareceu na tela, por isso eu realmente não esperava.

Como foi filmado na Louisiana, um dos meus lugares favoritos do mundo, não preciso nem comentar que simplesmente me apaixonei pela fotografia do filme né? Acho que perfeição é uma boa palavra que define o lugar, mesmo sendo o cenário de coisas terríveis essa parte dos EUA não deixa te ter seu encanto natural.
Sendo mais um filme indicado ao Oscar, já posso cortar esse da minha listinha, e só tenho a dizer isso: acho que se eu pudesse escolher esse seria o meu ganhador. Até agora só pude ver esse e O Lobo de Wall Street e entre os dois 12 Anos de Escravidão conseguiu me ganhar mais ainda do que o primeiro. Não é o tipo de filme que eu recomendaria para todos, mas no futuro você quer saber se a escolha da Academia foi realmente justa acho melhor ir correndo no cinema dar uma conferida.


por Debby Andrade 

Lançamento da @EdValentina : Respirar, meditar , inspirar


Coluna Raffa : Novembro de 63 da @Suma_Br

18 fevereiro 2014

Título Original : 11/22/63
Título no Brasil : Novembro de 63
Autor : Stephen King
Editora : Suma de Letras
Número de págs : 736


"Novembro 63" é mais um daqueles livros imensos do mestre do terror que você morre de vontade de ler mas toda vez que olha para ele físico na estante lembra que levá-lo no dia a dia exigirá uma boa dose de esforço. Afinal, são 736 páginas, mas como tudo que King se presta a escrever o livro vale cada página lida, cada linha da história formam um dos melhores livros que já li do autor.
O Título remete a um dos acontecimentos mais marcantes da história americana : o assassinato do então presidente John Kennedy. King nos leva para o mundo do protagonista Jake Epping, um professor recém separado cujo sua ex mulher frequentava o AA e o largou por alguém do grupo, não sem antes arrumar tempo de lhe dizer algumas verdades e alguma delas é a de que ele era um homem sem sentimentos por não chorar nunca. É bem verdade que ele não se lembrava da última vez que havia derrubado uma lágrima, mas mesmo assim a frase doeu nele.
Tentando esquecer o divórcio, ele continua levando sua vida dando aulas em um curso noturno no qual conhece um faxineiro chamado Harry Dunning. Rodeado de redações repletas de erros de inglês, ele corrige uma a uma mas a do faxineiro lhe impressiona, por mais que também tenha em comum com os demais alunos os erros de escrita gritantes, a história verídica da vida do aluno contada na redação chamam a atenção do professor que só por emocioná-lo já ganha um A.
A tal história trata-se da noite em que seu pai alcoólatra mata toda sua família, e ele que era um menino na época é o único que sobrevive , claro que sempre traumatizado por essa chacina dentro de sua própria casa.
Impressionado com a história e com pena do aluno, o professor mal poderia imaginar o que viria ainda em sua vida. Conhecido do bairro há anos, Al é um senhor dono de uma lanchonete que é conhecida por vender comida tão barata que desconfiam que sejam feito de cães os hambúrgueres. Mas o que vai chocar Jake é a revelação do dono do local que com um câncer terminal lhe conta um segredo que vai mudar de verdade a visão do professor. Al conta que a despensa da lanchonete é uma espécie de passagem do tempo , que ele já foi e voltou muitas vezes mas que tem algumas regras para isso.
Cismado com a morte do presidente Kennedy, Al acredita que Jake seja a pessoa certa para salvar o presidente americano voltando ao passado e impedindo que ele seja morto em Dallas.
Claro que Jake aceita, mas os mistérios que envolvem esse novo tempo que ele vai viver, o professor vai descobrindo aos poucos, como o tal efeito borboleta comumente citado em livros do gênero.
KIng faz o leitor pensar se também não gostaria de mudar algumas coisas no passado de seu país, na história que conhecemos e no resultado benéfico que podemos trazer a alterando.
Claro que como tudo na vida tem suas consequências, King é mestre em nos mostrar personagens sinistros que da mesma forma que aparecem, somem na história com segredos que vamos descobrindo aos poucos.
Um amor na vida do professor também vai fazer com que ele se sinta preso ao passado que está vivendo, mas nada faz ele desistir de consertar a vida do aluno e de salvar Kennedy.
Com uma história no ritmo certo, diálogos sensacionais e um final com a marca registrada de perfeição de King, esse livro é imperdível ,ao contrário do protagonista , me deixei emocionar facilmente em alguns trechos.


Quer ganhar o livro " Novembro 63" e " Carrie a Estranha" ? Clique  aqui  e veja como ;)


Lançamento da @UnicaEditora e novidades

A Editora Única lançou esse mês o blog , que também tem os outros selos da Editora Gente e olhem que bacana, tem uma loja virtual para você comprar aquele livro que queria ;)
O último post tem uma brincadeira bem bacana onde as personagens da Saga Encantadas recebem dicas de leitura!


Mas o lançamento aguardado, principalmente para os fãs , vem abaixo!

O livro já está em pré venda na Saraiva :  http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/6886451



Fiquem ligados ;)

Hoje é dia de Parceiros : Editora Novo Conceito

16 fevereiro 2014





Acabou de chegar  na Editora Novo Conceito o livro “Um Conto do Destino”, de Mark Helprin, que será lançado dia 14 fevereiro, mas nós do LMT como  somos  parceiros recebemos antes. ;)

 Mark traz pra gente a história de Peter Lake, um ladrão que ao roubar uma mansão se depara com a linda Beverly por qual se apaixona. Esse amor o levará a viagens no tempo enquanto luta contra uma terrível gangue infiltrada em Nova Iorque. Amor, mistério, aventura e magia...



 
O livro inspirou o filme tem estreia prevista dia 21 de fevereiro nos cinemas.
 
Veja o Trailer




 
 
 
VEJA  link de compra de pré-venda (http://goo.gl/ISPbOJ)
 
 #UmContoDoDestino



 Bjks


Lançamento : Doze Anos de Escravidão da @cialetras

13 fevereiro 2014

Em breve teremos muitas resenhas bacanas para dividir com vocês dos livros da Companhia das Letras mas esse lançamento merece destaque especial! Vejam abaixo!



Doze anos de escravidão, de Solomon Northup







Trailer do filme, que está concorrendo a 9 Oscar e estreia dia 21 de fevereiro




Considerada a melhor narrativa já escrita sobre um dos períodos mais nebulosos da história americana, "Doze anos de escravidão" narra a história real de Solomon Northup, um negro livre que, atraído por uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo.
Depois de liberto, Northup publicou o relato contundente de sua história, que se tornou um best-seller imediato. Hoje, 160 anos após a primeira edição, Doze anos de escravidão é reconhecido como uma narrativa de qualidades excepcionais. Para a crítica, o caráter especial do livro deve-se ao fato de o autor ter sido um homem culto que viveu duas vidas opostas, primeiro como cidadão livre e depois como escravo.


Imperdível né pessoal? Já podem procurar nas livrarias ;) 

Coluna Raffa : Os justiceiros da @Suma_Br


Título Original : The regulators
Título no Brasil : Os justiceiros
Autor : Richard Bachman ( Stephen King) 
Editora : Suma de Letras
Número de págs : 349

Primeiro devo confessar que King me enganou direitinho, na nota do editor explicam quem é Richard Bahman, que foi um autor que morreu de câncer e o livro não chegou a ser publicado com ele em vida e tal.
Acreditei em tudo, e aí curiosa fui procurar no google, e vi que qualquer fã de King que se preze sabe que esse pseudônimo foi usado pelo escritor para os livros que foram escritos por ele antes de se tornar famoso, os mesmos livros que muitas editoras não quiseram.
" Os justiceiros" está longe de ser um dos melhores livros do autor, mas mesmo assim é interessante para os fãs reconhecer um pouco de seu jeito na obra.
A história se passa em Wentworth, Ohio mais precisamente na Poplar Street. Conhecemos uma menina que tem que aguentar o irmãozinho insuportável que pede um sorvete da maneira mais irritante possível, conhecemos a atendente que tem cabelos mal pintados e aos poucos vão aparecendo muitos personagens, mas nesse muitos eu disse MUITOS mesmo! Tantos que as vezes você se perde e volta para lembrar da onde mesmo ele veio.
O que parecia uma cidadezinha pacata com problemas comuns vira de repente um cenário instalado de medo quando um furgão vermelho passa atirando e mata o pobre do menino que entregava jornal. Ainda se tem tempo para não perceber o quão bizarra é a situação já que um dos personagens ainda encontra motivos para fazer graça com a morte dele dizendo que alguém revoltado porque o jornal veio sem cupons de desconto atirou no menino.
Mas o clima de risos logo acaba e o medo fala mais alto e daí para frente matam cão, gente, o que vier pela frente. Confesso que no meio de tantos personagens e vai e volta com cartas precisei mesmo do mapa do início para visualizar onde era cada casa descrita. Por mais que a tensão do livro nos prenda, que queiramos saber o que diabos é aquele furgão que atira e porque o menino autista Seth começa a agir tão esquisito nos acontecimentos.
As vezes lembramos dos personagens como o menino mala que perde o pai e fica chocado e a irmã que o aguenta no início da história, mas não achei nada que justificasse tanta carnificina, e o aparecimento de elementos vingativos como o tal do Tak que até agora não entendi o que era direito e para onde foi.
Mais do que isso seria spoiler, o bacana do livro é a tensão que uma pequena cidade sente a uma ameaça inexplicável e ao número seguidos de mortes bizarras por algo que ninguém consegue explicar o que é e porque o faz.
Faltou a King justificativa, sobrou sangue, nada que ele nãos eja PHD na área, apesar de tudo gostei muito.

Terapia no Cinema : Um corpo que cai

12 fevereiro 2014



Título: Um Corpo que Cai
Título original: Vertigo
Direção: Alfred Hitchcock
Ano: 1958
Duração:2h9min
Gênero: Suspense, drama, romance

Sinopse: Em São Francisco, o detetive aposentado John 'Scottie' Ferguson (James Stewart) sofre de um terrível medo de alturas. Certo dia, encontra com um antigo conhecido, dos tempos de faculdade, que pede que ele siga sua esposa, Madeleine Elster (Kim Novak). John aceita a tarefa e fica encarregado da mulher, seguindo-a por toda a cidade. Ela demonstra uma estranha atração por lugares altos, levando o detetive a enfrentar seus piores medos. Ele começa a acreditar que a mulher é louca, com possíveis tendências suicidas, quando algo estranho acontece nesta missão.


O primeiro filme que eu vi de Alfred Hitchcock foi Psicose e foi numa tarde nublada de segunda no meu quarto quando não tinha mais nada pra fazer e depois disso foi amor à primeira vista. Me apaixonei pelo filme e não pude esperar pelo próximo que eu veria. Então foi nesse espirito que fui ver Um Corpo que Cai, o primeiro filme dele visto numa telona de cinema e a experiência foi simplesmente incrível!
Primeiramente a drama é incrível! Gente, que estória foi essa, tudo começou de maneira um pouco estranha pra mim pois mais parecia uma estória paranormal do que um suspense do mestre. Só que depois de uns 20 min a gente vai se envolvendo pelo desenrolar da drama que acaba esquecendo essa estranheza inicial. E acreditem em mim, no final tudo fica claro e você sai do cinema pensando: uau, que roteiro!
Kim Novak além de linda desempenha seu papel de maneira magnifica, se ela não fosse tão importante para a estória com certeza roubaria a cena! James Stewart também teve uma boa atuação, acho que seu melhor momento no filme foi a cena em que ele tem um pesadelo, essa cena também foi a minha favorita em todo o filme. Simplesmente maravilhosa, foi essa cena que me causou tanta tensão, achei apavorante e adorei!

A fotografia do filme também é linda e o figurino dele também é maravilhoso, as roupas da personagem de Kim Novak são de dar inveja a qualquer uma. O final acho que foi o que mais me deixou desnorteada em todo o filme, não consegui acreditar em como ele acabou. Mas isso não é de jeito nenhum um ponto negativo contra o filme, muito pelo contrário só mostra o quanto ele é bom. Recomendo para todos, principalmente aqueles que tem a curiosidade de ver um filme de Alfred Hitchcock, o homem realmente entendia do que fazia!


                                                                    por Debby Andrade

Promo " O mestre do terror no LMT"

11 fevereiro 2014

Tanto livro do mestre do terror sendo lançado e relançado que a gente não poderia deixar os seguidores de fora, certo?
A partir de hoje entra no ar a promo " O mestre do terror no LMT"

Prestem atenção nas regrinhas abaixo ;)




O LMT já fez muitos posts sobre o mestre terror, mas vamos lembrar as resenhas?


As regras da promo são simples:

1- Ser seguidor público do blog no GFC
2- Curtir a fanpage do LMT
3- Ter comentado em pelo menos 8 resenhas de Stephen King até o dia 11 de março! ( Lembrando que quem já havia comentado, não precisa comentar novamente nas antigas, ok?) As resenhas publicadas depois e postadas antes de 11 de março também valem!
4- Comentar nesse post, apenas UMA vez, pois o número do sorteio será o de seu comentário nesse post ;)
5- Compartilhar o banner acima postado em 11 de fevereiro em nossa fanpage como público no Facebook

O ganhador vai levar para casa dois livros do mestre lançados pela Editora Suma de letras : " Novembro de 63" e " Carrie, a estranha"!

Os livros foram gentilmente cedidos pela editora Suma de Letras.

O ganhador deverá ter endereço de entrega no Brasil e entrar em contato com a gente através do email rfustagno@gmail.com em até 48 horas da divulgação do resultado!

Boa sorte a todos ;) 

Coluna Raffa : Tudo é eventual da @edobjetiva


Título original : Everything is eventual 
Título no Brasil  : Tudo é eventual 
Autor : Stephen King
Editora : Objetiva
Número de págs : 305


Volta e meia me pergunto como alguém pode ter tanta imaginação como King, a cada livro lido fico ainda mais fã - se é que isso é possível - desse mestre que faz valer o título!
No caso desse livro, são 14 contos nos quais King no início ou no final de cada um fala o que o levou a escrevê-los, para nós fãs fica a resposta para a dúvida eterna de da onde mesmo ele tira tanta imaginação para criar histórias tão boas. O bacana também é que a introdução do livro é com o autor falando sobre o como ama escrever e citando como publicou seu primeiro conto digital, que está essa coletânea. O autor que ficou milionário desdenha a grana que já ganhou com as histórias e mostra ao leitor que o que importa para ele mesmo é que uma quantidade maior de pessoas tenham acesso e gostem de suas obras. Nem precisa se preocupar com esse talento todo.
Dos contos do livro alguns me chamaram mais atenção, já conhecia por causa de um especial de tv o conto " A sala de autópsia", onde um homem que foi picado por uma cobra quase é dado como morto e lhe feito uma autópsia por estar totalmente imóvel, lendo a história claro que me veio a mente as imagens que já assisti, mas alguns detalhes fizeram a diferença e me levaram a gostar ainda mais dela.
Também gostaria de citar " O homem de terno preto" onde King volta a infância do personagem que tem um encontro inusitado com o diabo, ou com algum amigo do capiroto . Para enganar o menino que vai por um caminho que seu pai recomendou não ir, o tal homem mente sobre algo que vai fazer o menino ficar impressionado e ainda fazê-lo lembrar do irmão que morreu. Com um final perfeito, o conto é sensacional.
A maestria de King também aparece em " A teoria de L.T sobre animais de estimação" , onde uma visão única do autor é dada a história e como animais podem trazer tanto coisas boas a um casal como ruins. 
Um de meus filmes preferidos também aparece, " 1408" que é uma perfeição na telona também o é no original, na história do autor sobre um escritor que quer dormir em 10 locais mal assombrados para escrever um livro. Quem viu o filme já sabe o que o espera, mas mesmo assim vale a lida porque sinceramente ainda não descobri como parar de ler algo do autor depois que começo, já que as histórias nos prendem e seus personagens sempre despertam algo mais no leitor, e quem conhece bem King sabe que eles podem se transformar ou se revelarem a qualquer momento.
E o tal conto " Andando na bala" que ele cita tanto na introdução do livro merece mesmo ter feito tanto sucesso, a história conta que um rapaz sai da Universidade para visitar a mãe que sofreu um derrame, de carona em carona ele vai viver algo que não sabe até onde é verdade e onde ele está imaginando. E o melhor...será mesmo que seus companheiros de estrada ainda estão vivos? E sua mãe? O que será que aconteceu com ela? 
Sensacional é pouco para esse livro, mais uma obra-prima do mestre do terror.
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por