Coluna Raffa: O Olho do Mundo da @intrinseca

29 outubro 2013

Título original: Eye of the world
Título no Brasil : O Olho do mundo
Série "A roda do Tempo " volume 1
Autor : Robert Jordan
Editora : Intrínseca
Primeiramente devo informar que ler esse livro não foi tarefa fácil. A escolha de pedir ele a editora se fez por 2 motivos : sabia que o autor é considerado por muitos como o novo Tolkien - e não que eu ache que um dia isso tornará de verdade a acontecer mas pessoas que gostam dele e cujo a história o inspiraram a escrever o livro já tem um lugar cativo na minha fila de desejados - e o outro era que o marido de uma amigona minha ( Carlos do Brincando com Livros) tinha lido, resenhado e amado.
E porque não é tarefa fácil? Porque ele é enorme! Fica difícil carregar o livro na bolsa no dia a dia então minha sugestão é que vocês o leiam em e-book e também ele é rico em detalhes que se esquecemos ou perdemos algum o livro fica sem sentido, agora imaginem vocês como será lembrar de tudo após 15 livros? Ainda não confirmaram se a saga tem 14 ou 15.
Vamos ao que achei. A história de Robert começa em um lugar estranho onde nem o protagonista sabe onde se encontra e nem onde foi parar a mulher que ama, houve uma guerra gigante que literalmente acabou com o mundo. A tal Roda do tempo que dá título a saga é o que ficou na memória dos homens que sobreviveram a ela. Claro que tudo isso envolve uma lenda - que como toda lenda não sabemos se é verdade até o gran finale! - de que um homem será o salvador e que colocará tudo nos eixos, esse homem será chamado Dragão. tipo um salvador.
Entenderam? Bem, eu tentei, mas peço desculpas se confundir alguma coisa - esse livro está sendo lido por mim há mais de 2 semanas, isso são 22 dias tentando entender tudo e indo e voltando na leitura!
Bom, vamos a mais uma parte. E não me batam se essa resenha estiver confusa porque o Tico e o Teco meio que brigaram lá pela página 257 do livro ! rs
Ah sim, também entendi que temos um moço chamado Rand Al Thor - esses autores fofos e seus nomes super fáceis de lembrar ! e o livro tem mais de 800 páginas! deve ser amigo do Stephen King esse Jordan! - esse rapaz vive em uma vila chamada Dois Rios ele logo fia intrigado quando chega no local uma mulher misteriosa, e isso tudo no meio de um festival de inverno que deixa com inveja os ursinhos polares do Alasca.
Durante esse festival a vila é atacada por uns monstrengos chamados Trollocs, acontece que até então ninguém tinha certeza se esses monstros existiam ou não até se depararem com a fúria os capirotinhos!
Clado que a tal mulher estranha é a Mulher Maravilha da vez e vai ajudar a vila, ficar amiga de Rand e revelar a ele que está ligada a tal Roda do Tempo e vai assustá-lo ao dizer que foi até o local por causa dele pois acredita de verdade que o tal Dragão seja o nosso amiguinho!
O pobre do rapaz que levava ua pacata vidinha simples de repente vira salvador da pátria ou não, porque dependendo de que lado vai ficar ele pode tanto salvar o mundo como pode destruí-lo. Bem pelo menos foi isso que entendi, mas ainda acho que possam ter explicações melhores e confesso que andei meio perdida no vai e volta ao tempo do livro ( sem trocadilhos!).
O lugar que ele vive lembra a Terra Média óbvio mas não temos baixinhos de pés peludos o que talvez perca um pouco a graça. Falando sério agora, se é que eu consigo! É um livro bem escrito onde os elementos vão se juntando e claro que não tem um final porque ora bolas são 14 ou 15 livros e ainda faltam muitos né!
Alguns termos são difíceis de lembrar até para a resenha pois são nomes complicados inventados para o universo do autor - por isso que amo quando essas sagas viram filmes porque me ajudam muito a lembrar de tudo mas com a quantidade desse seria melhor um seriado! - como por exemplo a explicação do livro que tive que procurar melhor na internet sobre a lenda dos dragões, ao qual já tiveram outros que tiveram papel fundamental nos dias de hoje como o que era chamado de Príncipe da manhã. Todos travaram guerras entre o bem e o emal e a tal 'roda faz parte de eras que se formam após batalhas de tempos em tempos. Quando o protagonista tem que fugor da vila pois está sendo procurado ele o faz com a ajuda de dois amigos fiéis de nomes tão simples quanto o dele : Matrim e Perrim ( não me peçam os sobrenomes).
O autor também nos apresenta boa parte da vila de Dois Rios nos introduzindo personagens que eu não consigo lembrar nem da metade e claro que sei que terei que ler de novo esse livro quando chegar o volume 2!
Bom acho que é isso, de Pastor de ovelhas a salvador nosso protagonista vai nos ganhando e eu -a perdida - ainda acho que mereço uma segunda lida desse livro!
E que venham os outros ;)
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por