Coluna Raffa : " Conquista" da @Suma_BR

01 outubro 2013


Título Original: Reached
Título no Brasil : Conquista
Volume 3 da Trilogia Destino
Autora : Allie Condie
Editora : Suma de Letras
Número de págs: 354

 Eu tenho um sério problema em lembrar de detalhes de um livro anterior quando o outro demora para ser lançado e eu já li trocentos livros no meio dele. Ideal seria eu ter relido os anteriores, mas faltou tempo.
De início eu fui relembrando aos poucos, o que era a Sociedade, para que servia a Insurreição, os comprimidos e o papel de Cassia, Ky e Xander.
Claro que muita coisa foi mais fácil de recordar, mas detalhes para gostar mais do livro que é o mais grosso da trilogia acho que me fizeram falta no gostar desse livro.

Na tal Sociedade em que vivem, onde não podem haver erros cada vez mais há pessoas que estão do lado da Insurreição para mudarem esse cenário e deixarem o povo imune as pílulas que são obrigados a tomar para esquecerem o que a Sociedade quer.
Como em uma filme futurista em que temos Will Smith de roupa espacial - e isso você vê há anos e foi exatamente disso que lembrei o livro todo!- Xander é um dos oficiais que assegura com que a lei seja cumprida mas na verdade é um dos aliados da Insurreição tentando trocar os comprimidos. Em um dos primeiros capítulos ele já narra - cabe lembrar que cada capítulo é narrado por um dos personagens que dá sua visão do que está vivendo!- a visita a casa de uma mulher que teve uma criança e no sétimo dia os oficiais vão até a casa para registrar a criança e fazê-la tomar o primeiro comprimido.
Temos também o Piloto que narra alguns capítulos e onde com ele vamos saber que nem sempre a Insurreição é que parece e que a Sociedade pode ser algo que eles não preveem.
Quando a Praga se espalha por toda a Sociedade nossos protagonistas vão se ver em situações complicadas para tentar ajudar a todos, claro que Ky sempre ligado a Cassia que também tem Xander sempre tentando protegê-la.
O final é previsível, achei o livro longo demais para uma história que poderia ter sido contado em bem menos páginas e confesso que gostei muito mais do volume 1 e 2.
Tudo bem que o final fofo - pronto, estraguei a surpresa - do tipo Viveram Felizes para sempre vai agradar muitos leitores, mas eu acho que não estou na vibe de sociedades distópicas que me remetem a filmes de ficção onde tudo é muito no futuro e pouco provável de acontecer, estou em uma fase mais realista!
Para quem curte sociedade distópica, a trilogia é muito boa, recomendo.
Mas para quem quer algo mais real, não é isso que Allie Condie no traz nessa trilogia
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por