Resenha especial : O clube do livro do fim da vida @edobjetiva

22 agosto 2013

Título original : The End of your Life Book Club
Título no Brasil : O clube do livro do fim da vida
Autor : Will Schwalbe
Número de págs: 296







Falar sobre perder alguém que amamos é sempre tão dolorido e complicado que os livros que giram em torno desse assunto costumam ser ou muito lindos ou extremamente tristes.
No caso de " O clube do livro do fim da vida" o autor soube dosar muito bem o sentimento de ir perdendo alguém que amamos aos poucos para essa doença maldita chamada câncer. Quantos de nós já não perderam alguém querido para ela? A batalha vivida por parentes é tão gigante quanto a dos próprios pacientes que sofrem e muitas vezes se despedem aos poucos quando percebem que a doença foi mais forte.
Will que sempre gostou de ler, opta por fazer da vida de sua mãe após a doença um clube de leitura enquanto ela passa pelo tratamento dolorido, ele sempre leva livros para ela, discute o tema e assim os dois passam mais tempo juntos.
No livro não faltam detalhes sobre tudo que ela passa, sei bem como ele se sentiu pois há anos atrás perdi meu avô para o mesmo câncer devastador em uma área que sempre ouvimos a mesma coisa : quando o Câncer aparece no pâncreas a pessoa já está toda tomada pelos pequenos tumores e é certeza de que não sobreviverá muito tempo.
Ele cita pessoas famosas que morreram da doença no mesmo local como Patrick Swayze, mas durante a leitura inteira chorei muito lembrando de meu avô que nem teve a chance de lutar contra ela, ele se foi em poucos dias.
Não é um livro para rir, é triste mas um desabafo de alguém que fez de tudo para diminuir a dor da pessoa que mais lhe amou e a mais importante de sua vida : sua mãe.
Dos dias de tratamento, aos livros que leem em conjunto, tudo é relatado, vivemos o que ele viveu e sofremos com ele ao ver que realmente não tem cura e como ele mesmo diz, o paciente sabe que vai morrer daquilo, só não certeza de quando.
Recomendo a todos que tenham o coração forte porque é difícil não se emocionar.
Para mim foi um revival, e a certeza de que só quem já perdeu alguém para essa batalha sabe exatamente como se sente impotente perto de algo que não é como algumas doenças que podemos  evitar.





© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por