COLUNA RAFFA FUSTAGNO : RESENHA DE " DEZ BONS CONSELHOS DE MEU PAI"

16 maio 2013

Título original : Dez bons conselhos de meu pai
Autor: Gustavo Cerbasi
Editora: Fontanar
Número de págs : 155











   Ainda não tinha lido nenhum livro do Gustavo Cerbasi, sabia que ele um autor com mais de um milhão de cópias vendidas de seus livros mas acredito que nunca tenha me interessado pelos temas abordados em seus livros como " Casais inteligentes enriquecem juntos".
Esse livro foi enviado pela editora por parceria mas por se tratar de conselhos de uma pai para seu filho logo me interessei e tinha ouvido muitas pessoas falando que haviam adorado esse livro.
Infelizmente a mim mesmo sendo uma leitura rápida de apenas um dia e meio, não agradou tanto.
Gustavo começa apresentando os 4 "pais" que teve, ou melhos, os 4 homens que os aconselharam durante sua vida até ele chegar onde chegou, para quem não sabe ele é mestre em Finanças e super bem sucedido da área econômica chegando a ser colunistas de revistas como Exame e Veja.
Livros com conselhos de quem " venceu na vida" podem ser agradáveis ou ñão, No caso desse, apesar de muito bem escrito não acho que seja para minha idade , mas sim para quando eu tinha menos de 20 anos.
Essa resenha será em formato diferente coolocando os conselhos os analizando!
1- Estude
Se você é só filho, quantas vezes não ouviu isso dos seus pais? Se já é mãe, quantas vezes disse isso a seu filho? O conselho óbvio que todos sabemos que é necessário sempre . Quem não estuda não vence, a não ser que você seja ótimo no futebol...rs

2- Viva
Nesse capítulo ele diz para não colocar o trabalho em primeiro lugar! Isso eu entendi bem, porque semper arrumo tempo para meu lazer mas sei a importância de meu trabalho. Para mim o mehor capítulo!

3- Antecipe-se
Nesse ele aconselha você a aprender, a se antecipar do que vamos precisar no futuro, no trabalho , para ser bem visto .

4- Desconfie
Esse tanto vale para a vida profissional quanto pessoal. Quantas vezes sabemos que tem pessoas loucas de inveja e doida para puxarem o nosso tapete? Olho aberto sempre! Mas quem não saber disso? Eu aprendi cedo...

5- Preserve
Cuidar das coisas que tem, apesar de ser um conselho válido, me lembrou muito que o ser humano tem aquela tendência tanto no material quanto no afetivo a só dar valor quando perdemos, porque o que vem fácil não parece merecedor de cuidados nossos. Tão errado...

6- Simplifique
NO capítulo em que ele diz para que a vida seja facilitada no profissional para que sejamos entendidos, claro que concordei, mas como disse também já aprendi isso quando mais jovem

7- Aproveite
Quais riquezas temos? A quais sabemos que são riquezas? vale lembrar que nem tudo que reluz é ouro ;)

8-Coopere
Sabemos que no mundo corporativo aqueles que ajudam a equipe são sempre bem vistos.

9- Supere-se
Me lembrou aquela frase batida da Madonna " Se todos te subestimam, surpreenda!"

10 - Celebre
Festejar o que tem é essencial.

Bem, o livro não é ruim, mas como disse são conselhos para pessoas bem novas, acredito que ele tenha escrito esse livro para pessoas com 16 anos. Que vão iniciar uma vida de faculdade e conhecer a rotina de males e delícias do mundo corporativo.
© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por