TERAPIA NO CINEMA -Bravura Indômita - com DEBBY ANDRADE

03 abril 2013






 tulo : Bravura Indômita
Lançamento : 2011
Formato : DVD e Blu Ray
Elenco: Jeff Bridges, Matt Damon, Josh Brolin
Direção: Joel e Ethan Coen
País: EUA
Gênero : Faroeste
Idioma: Inglês
 










Sinopse:  O pai de Mattie Ross (Hailee Steinfeld), de apenas 14 anos, foi assassinado a sangue frio por Tom Shaney (Josh Brolin). Em busca de vingança, ela resolve contratar um xerife beberrão, Reuben J. Cogburn (Jeff Bridges), para ir atrás dele. Inicialmente ele recusa a oferta, mas como precisa de dinheiro acaba aceitando. Mattie exige ir junto com Reuben, o que não lhe agrada. Para capturar Shaney eles precisam entrar em território indígena e encontrá-lo antes de La Boeuf (Matt Damon), um policial do Texas que está à sua procura devido ao assassinato de outro homem.



  
Desde que Bravura Indômita estreou no cinema sempre tive curiosidade por esse filme, e foi com esse espirito que numa segunda depois de ter estudado e querendo relaxar foi que vi esse filme no meu computador... Mas até agora não sei bem se gostei ou não do filme e vou tentar explicar da melhor maneira possível o porquê pra vocês.
Bravura Indômita conta sim com ótimas atuações, vale a pena destacar a atriz Hailee Steinfeld que faz um ótimo trabalho assim como Jeff Bridges que venhamos e convenhamos faz muito bem seu trabalho. Adorei ver ele na telona do meu computador com seu tapa olho e seu sotaque que pra mim soa muito texano por parecer ter uma batata quente na boca! 


Agora o que mais me chocou foi descobrir que Matt Damon estava nesse filme! Sim eu não tinha notado que o personagem La Boeuf era ele até ver o filme, pra mim ele está irreconhecível com aquele bigode e a roupa toda paramentada no estilo velho oeste! Um ponto para maquiagem que conseguiu esconder a cara dele tão bem, pelo menos pra mim né. Outra coisa que achei linda foi a fotografia do filme, cada cenário mais bonito que o anterior! Realmente dá vontade de fazer um passeio pela região onde o filme se passa.



Até ver o filme também achei que ele tinha um ótimo enredo, realmente parecia bom e interessante. Uma menina de 14 anos vingando a morte do pai com um xerife beberrão me chamou a atenção e parecia o tipo de filme que me agradaria. Porém não foi bem assim, estou com a sensação de que ficou faltando algo... Talvez seja porque o final foi totalmente inesperado pra mim ou simplesmente pela morte de um cavalo, sim sou amante dos animais ao extremo e não, não considero a morte dele um spoiler afinal ele não é um dos principais como o cavalo do filme Cavalo de Guerra... Simplesmente acho que o final que eu tinha imaginado na minha cabeça ia ser melhor e bem menos triste e acho que foi isso que me deixou frustrada com o filme. Até o final eu estava adorando, mas quando acabou fiquei com a sensação de que podia ter sido bem melhor.



Agora não me entendam mal, Bravura Indômita é sim um bom filme e os irmãos Coen fizeram sim um bom trabalho só acho que ficou faltando algo no final... Mas ele todo em si não é um filme ruim, pra quem gosta do tipo velho oeste eu recomendo assim para aqueles que querem se distrair vendo um filme bom.


 


© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por