Resenha: A vida em tons de cinza

15 outubro 2011

       Recebi este livro da nossa querida parceira Arqueiro, antes da Bienal, demorei a lê-ló pois queria dedicar uma atenção especial para o livro,fiquei uma semana descansando minha cabeça para preparar meu coração e minha  emoção. Sabia que ao ler.
Então embarquem comigo e entendam …Arqueiro


capa_vida_em_tons_de_cinza-0
A vida em tons de Cinza
Autora: Ruta Sepetys
Editora: Arqueiro

Sinopse
Lina Vilkas é uma lituana de 15 anos cheia de sonhos. Dotada de um incrível talento artístico, ela se prepara para estudar artes na capital. No entanto, a noite de 14 de junho de 1941 muda para sempre seus planos.
Por toda a região do Báltico, a polícia secreta soviética está invadindo casas e deportando pessoas. Junto com a mãe e o irmão de 10 anos, Lina é jogada num trem, em condições desumanas, e levada para um gulag, na Sibéria.
Lá, os deportados sofrem maus-tratos e trabalham arduamente para garantir uma ração ínfima de pão. Nada mais lhes resta, exceto o apoio mútuo e a esperança. E é isso que faz com que Lina insista em sua arte, usando seus desenhos para enviar mensagens codificadas ao pai, preso pelos soviéticos.
A vida em tons de cinza conta a história de um povo que perdeu tudo, menos a dignidade, a esperança e o amor. Para construir os personagens de seu romance, Ruta Sepetys foi à Lituânia a fim de ouvir o relato de sobreviventes dos gulags. Este livro descreve uma parte da história muitas vezes esquecida: o extermínio de um terço dos povos do Báltico durante o reinado de horror de Stalin.
Para Estônia, Letônia e Lituânia, essa foi uma guerra feita de crenças. Esses três pequenos países nos ensinaram que a arma mais poderosa que existe é o amor, seja por um amigo, por uma nação, por Deus ou até mesmo pelo inimigo. Somente o amor é capaz de revelar a natureza realmente milagrosa do espírito humano.
 
 
Minha humilde opinião :
 
Oi gente, e ai?!?! Preparados para lidar com alguns sentimentos?!?
Pois é… eu li um, no máximo dois livros que se remetiam a 2º Guerra Mundial e também o filme de um desses livros que é O Menino do pijama Listrado do qual eu realmente fiquei abalada em ver à que ponto a crueldade do ser humano pode chegar. Ainda assim fui pega de surpresa pois vi que sabia muito pouco sobre Stalin e seu infeliz poder.
A vida em tons de cinza é uma ficção onde temos doses generosas de realidade histórica, contando o sofrimento e perseverança do povo que vivia na Estônia,Lituânia e Letônia sob a ditadura de Stalim, ficção e realidade lado a lado que nos fazem a todo momento nos sentirmos inebriados pelas emoções vividas pelos personagens.
     Lina de 15 anos, cheia de sonhos e planos para o futuro com a arte, se vê sem futuro no momento em que a polícia soviética pega sua família e muitas outras da região do Báltico, jogando-as em trens rumo a Sibéria.                                                                                                    
É assim de repente no meio de uma noite que Lina se vê com sua mãe e seu irmão. Sem futuro, sem destino. Só que o destino é o campo de deportados chamado de gulag. Sem condições básicas de sobrevivência eles sofrem com as maldades físicas e psicológicas, mas a união familiar e a característica forte de liderança de sua mãe lhe dão fios de esperança e Lina ainda se agarra a sua arte, fazendo desenhos para tentar se comunicar com seu pai. Em meio a tantas dificuldades e eis que acontece algo muito significativo para reavivar a esperança de todos só que … Sem aviso todo aquele grupo que já estão fortes estabelecendo laços para agüentarem todo sofrimento e maldades. É separado.Rumo há um novo destino eles não imaginam ainda o que estar por vir.
Devido ser narrado por Lina achei a leitura fácil embora o livro seja cheio de sentimentos pesados e extremos.
A vida em tons de cinza, me fez refletir sobre a amizade, sobre o amor e principalmente sobre o simples como as coisas mais simples se tornam valiosas quando nos vemos em situação inimagináveis.
 
Lindo,triste,visceral,impactante,reflexivo
 
 
banner Arqueiro 1 
E para aqueles que ficaram com vontade de ler essa linda e intensa história, a nossa parceira Arqueiro vai presentear os seguidores junto com o Blog Livros Minha Terapia.
Serão dois livros sendo assim vamos ter dois sorteios  \0/ 
E as regras são as seguintes…
1- Comentar neste Post
2- Ser seguidor público do Blog LMT;
3- Ser seguidor do Twitter @Lvrminhaterapia;
4- Ser amigo da Arqueiro no Face;
 
Chance EXTRA
Indique um amigo para ser seguidor do Blog LMT, deixe um novo comentário com o nome de seguidor desse amigo e ganhe duas chances extras.
 
O sorteio será em 29/10. Pelo Randon.org
Bjks
Fê Figueiredo


































© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por