COLUNA RAFFA FUSTAGNO - RESENHA DE ANJOS CAÍDOS + MEU ENCONTRO COM AUTORA: ÄSA SCHWARZ

18 maio 2011

       Oi pessoal, pensei muito se fazia só a resenha ou se já falava de meu encontro com essa autora mas resolvi fazer um post bem especial e falar dos dois, vamos a ele:


Asa e eu

Meu encontro com  Äsa Schwarz - Era uma terça e a Saraiva já estava anunciando a tarde de autógrafos dela há uma semana, pensei muito em deixar de ir pois seria no Leblon e era um pouco contramão para mim ainda mais dia de semana. Em cima da hora, mesmo não tendo lido nada dela ate´então,  resolvi ir ( claro que antes pesquisei bem e fiz algumas anotações para caso precisasse usá-las). Chegando na Saraiva estava bem vazia, imaginei que teria uma fila mas eu mesma não reparei na loja recém inaugurada e escondida no final do bairro. Comprei logo o livro ( Anjos Caídos) e sentei em um dos puffs disponíveis, o número de pessoas era bem pequeno e ela logo chegou na livraria. Äsa é sueca, mora em Estocolmo e uma fã do nosso país e principalmente do Rio de Janeiro. Ela veio para cá com o marido e sua filha para divulgação do livro pela Editora Planeta,
O bate papo que antecedeu a sessão de autógrafos foi fantástico, Äsa é de uma simpatia envolvente e fala muito bem inglês. O evento ainda contou com a participação de Karim Ekström a tradutora do livro no Brasil. Dentre perguntas sobre o porque ela se tornou escritora e porque falar de anjos ela respondia tudo com entusiasmo me deixando ainda com mais vontade de ler o livro que havia acabado de comprar. Fiz tantas peguntas a ela que me senti a repórter e terminei o evento maravilhada com a humildade dela.
Claro que no final ganhei meu autógrafo e tirei fotos com ela e com a Karin que também é de uma simpatia incrível.
Chegando em casa a surpresa, ela havia me aceito no Facebook que adicionado ela um pouco antes do evento e ainda comentou e curtiu as fotos que tirei com ela!




Passado os meses, ela e a Karin são duas pessoas que volta e meia eu mando mensagem comentando do que publicam no Facebook e isso me faz lembrar da noite agradável depois de um dia exaustivo que tive de trabalho naquele 22 de fevereiro.
Mas as boas surpresas não pararam por aqui, no início de abril comentei em uma foto do FB dela e em seguida recebi uma mensagem de que ela me mandaria o livro Anjos Caídos em espanhol! Semana passada o pacote chegou aqui em casa com uma dedicatória hiper fofa falando sobre o bairro que moro aqui no Rio.
Vou começar a ler em breve a versão em espanhol que tem uma capa lindíssima ( nem sei qual é mais linda se a do Brasil ou essa..).


Resenha de Anjos Caídos
Primeiramente devo dizer que esse livro tem exatas 301 páginas e eu as li em menos de uma semana ( para meu ritmo de vida isso é muito rápido!). O suspense gerado por Äsa durante todo o livro acho que nos faz querer devorá-lo em menos tempo porque quando achamos que está resolvido o mistério descobrimos que nada é tão simples nessa história.
Achei a personagem principal Nova Barakel bem diferente de tudo que já vimos ou de pelo menos tudo que já vi ou li. Porque ela não é como boa parte das pessoas que conheço ( no Brasil né porque náo conheço muitos suecos), ela é toda engajada com questões ecológicas e se preocupa com isso o tempo todo deixando que suas convicções sejam explícitas durante toda   a leitura.
Me assustei um pouco com a idade da personagem...19 anos! E já passou por tanta coisa narrada no livro!
Mas aí você se pergunta...aonde estão os anjos do título? Tem que ler e ler muitas páginas para descobrir aonde habitam esses anjos que assim como ela são cheio de mistérios, ela é tão misteriosa que é acusada de um assassinato que a gente nem desconfia até o final do enredo se foi ou não ela quem cometeu...bem eu não desconfiei.
Também tem uma investigadora que amei o envolvimento dela na trama chamada Amanda, ela é obstinada e dá um toque a mais no suspense que Äsa consegue levar até o final.
Durante toda a parte da fuga de Nova eu me perguntei: ela é culpada?
Pode ser que você assim como eu ache que a parte ecológica é um pouco exagerada mas é bem necessária no final para fechar todas as dúvidas que temos durante o livro.
Gostei muito do final, da explicação de porque tudo aconteceu, consegui entender porque o meio ambiente era tão citado e saí com a certeza de que anjos nem sempre são tão angelicais como parecem mas isso eu deixo para vocês descobrirem ao lerem esse livro que não só recomendo como acho que seria um belo presente para nós leitores trazer a escritora de volta na Bienal em setembro para que mais pessoas assim como eu se encantem com uma história muito bem contada como é a de Anjos Caídos.


© LIVROS MINHA TERAPIA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por